Tsurezure Children – Primeiras impressões

Tema/Gênero: Comédia, Romance, Escolar
Estúdio: Studio Gokumi
Diretor: Hiraku Kaneko
Origem: Mangá 4-koma
Nº de episódios: não informado

Primeira impressão escrita por Rapha

Sinopse

A história se passa em um colégio, onde vários garotos e garotas acabam formando um par romântico, onde cada um desses pares se encaixa em algum tipo de relacionamento. Esses casais serão desenvolvidos através de seções de esquetes de 10 minutos por episódio.

Anime disponível no Crunchyroll

Proposta

Tsurezure Children veio com uma proposta super simples e direta: fazer a comédia romântica da forma mais leve e despretensiosa possível. Nada aqui é muito complexo, e isso é bom, visto que a duração dos episódios é de 10 minutos, e ainda tem um fator a mais, onde esses 10 minutos são divididos em pequenas esquetes, deixando o tempo ainda mais curto para uma concepção mais detalhada dos casais, mesmo que os casais sejam reutilizados posteriormente.

Então a melhor saída é que suas apresentações sejam diretas, e é isso que ele faz e acerta bem, conseguindo dosar a duração de cada esquete, sendo direto com o que cada casal apresenta. Sua variedade de esquetes e de casais também apresentam qualidade, visto que não ficam presos em um único tipo de piada, variando de uma esquete divertida de um presidente do conselho com uma delinquente, até uma garota tímida e fofa desenvolvendo seu relacionamento com um cara frio e que não entende muito de relacionamento amoroso, demonstrando também saber utilizar cenas de romance, com um desenvolvimento funcional. E até o presente momento, ele conseguiu se manter muito bem em suas esquetes.

Personagens

Seus personagens não demonstram ter muita profundidade, eles não são trabalhados de outra forma fora a construção da comédia romântica, sendo alguns bem estereotipados, e por incrível que pareça, isso se demonstrou um ponto positivo, porque como os personagens têm pouquíssimo tempo de tela para se apresentar, e são vários personagens para trabalhar, eles devem se focar na única motivação de concepção deles, que é o romance, assim não ficando fraco ou corrido demais, apenas um desenvolvimento simples.

Esse fator deixa os personagens menos tridimensionais, mas em compensação, ajuda no trabalho de sua proposta. E vários desses casais são bem criados, seja apenas para a comédia romântica, ou para desenvolver um relacionamento dos personagens de fato. E o que não falta é variedade de casal, temos tsunderes, casais tímidos, senpais, casais platônicos, e até um triângulo amoroso com incesto, temos tantas situações propostas que não é difícil você se familiarizar com algum casal, seja por vivência do espectador, ou até uma cena parecida em alguma outra obra.

Os casais variam de qualidade, mas até o momento, eles se apresentaram bem competentes com o que apresentam, seja para fazer apenas piadas de comédia romântica, ou para um crescimento romântico construído de maneira leve.

Ritmo

Outro ponto em que a obra se destaca é o seu ritmo, onde mesmo sendo corrido em alguns momentos, devido ao tempo super limitado das esquetes, ele ainda consegue, por muitas vezes, apresentar um esquete divertida e fofa, demonstrando assim, o fato de que a obra consegue manejar bem o tempo de uma esquete pra outra.

Outro ponto de destaque que corrobora muito com o ritmo do animê, como já foi dito, é a variedade de casais diferentes pra trabalhar, deixando assim a obra mais diversificada e menos enjoativa, já que sempre tem alguma piada ou casal novo nos episódios, sem esquecer da base de comédia romântica deles, e ainda temos reutilização de alguns casais, assim o potencial que alguns casais tem, como o do presidente do conselho com a delinquente, pode ser melhor aproveitado do que em apenas uma esquete. Esse é um dos pontos mais altos da obra até então, saber manejar seu tempo e seus recursos, ficando difícil de se tornar enjoativo ou monótono.

Execução técnica

A parte técnica de Tsurezure Children não apresenta nada demais, se mostrando competente pra história, mas sem grandes destaques.

Sua animação não é muito fluida ou detalhada, mas ao menos contém visuais simples e bonitinhos para ajudar a imergir em uma cena engraçada ou fofa.

A sua direção, apesar de não inovar muito nas cenas, apresenta um bom timing cômico para as cenas de comédia, deixando elas leves e divertidas.

O que surpreende é o fato que Hiraku Kaneko, um diretor especializado em ecchis pesados e bizarros, com trabalhos como Valkyrie Drive e Seikon no Qwaser, e ver ele trabalhando em um animê mais leve como esse, sem forçar a barra com ecchi descontextualizado, demonstra um trabalho competente por parte dele, que não é experiente nesse tipo de obra. Sua trilha sonora é bem simples, nada de muito relevante ou grandioso, mas ajuda pra deixar as cenas mais leves e agradáveis.

Conclusão

Concluindo, assistir ou não Tsurezure Children? Se você estiver atrás de uma comédia romântica curta, simples e despretensiosa, apenas para passar o tempo, então saiba que esse anime é pra você, porque a única coisa que se precisa fazer para assistir a obra é desligar o seu cérebro, e simplesmente deixar a obra te levar para o que ela propõe, e Tsurezure Children se demonstra bem competente nesse quesito.

Gostou? Confira mais no nosso Guia de Temporada!

 

 

Compartilhar